quinta-feira, 2 de abril de 2009

Você sabe que está chegando nos quarenta quando... parte III

...sente falta da hora da música lenta na 'balada', que na nossa 'época' era baile, festa, etc...

Era tão bom ficar esperando o carinha chegar 'nocê'... aí rolava aquele papinho no ouvido, mãozinha no cabelo, aquele arrepio na espinha. Acho que devia ser muito melhor que hoje em dia: Ivete Sangalo rolando... "poeeeira, poeeira..." você lá rebolando (eu não, pq sou mãe de família) e o cara já vai chegando e metendo o linguão na goela. Como assim? Quem é você? Onde você vai? Já tá beijando aquela loira, né?

É, realmente estou ficando velha... já estou na fase em que o que acontece hoje em dia dificilmente se encaixaria na minha maneira de pensar.

Bêê Tóó

3 comentários:

Ozenilda Amorim disse...

No meu tempo, só tenho 40 viu, era seresta e a gente dançava agarradinho. Como era bom.
;)

Sofia disse...

quando eu tiver 40, como é que vão ser as coisas "hoje em dia", hein?quero até ver ahhahaha

A menina que roubava idéias disse...

Eu falo com o meu filho que ele não sabe o que vai perder kkk

Dançar agarradinho era bom demais.

E esperar o cara que vc estava afim te chamar era o máximo... beijos..